REGIME DE APURAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES

07 ago REGIME DE APURAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES

REGIME DE APURAÇÃO DE IMPOSTOS E CONTRIBUIÇÕES 

https://youtu.be/Ichj0U9RRVk

 

Escolher ser MEI sem estudar as possibilidades existentes, não é a forma mais inteligente de decidir.

Escolher o Simples Nacional, sem avaliar os demais cenários e, principalmente, quais os impactos reais no negocio sob todos os aspectos, pode ate se economizar tempo de decisão, mas junto economiza-se possibilidades que poderiam trazer melhores resultados.

Enquadrar-se no Lucro Presumido, não quer dizer pagar impostos sem apresentar resultados e escolher Lucro Real quer dizer, sim, ter uma área financeira profissionalizada. Vamos falar sobre os principais pontos do Regime de Apuração de Impostos e Contribuições.

 

O QUE É

São modelos adotados para apuração e recolhimento de impostos e contribuições e que todas as empresas e pessoas físicas estão sujeitas. O regime é adotado de acordo com perfil de cada empreendimento e são levados em consideração fatores como: capacidade de geração de faturamento, número de funcionários, estrutura e atividade.

PORQUE EXISTE

Adotado para tratar com justiça os modelos de negócios de acordo com tamanho e renda. Nem sempre considerado justo por todos, tem este conceito e deve ser reavaliado constantemente.

 

QUEM É RESPONSÁVEL POR ESTA ESCOLHA

Gestores e contadores devem fazer este trabalho a quatro mãos observando minimamente os seguintes fatores:

  • Resultados da empresa nos últimos anos
  • Estratégias adotadas para o ano corrente e que se pretende para os próximos anos
  • Metas de curto, médio e longo prazo
  • Processos e pessoas envolvidos

 

COMO SE FAZ A ESCOLHA

A definição do regime de apuração de impostos e contribuições é normalmente definida em janeiro de cada ano. No entanto, os estudos que levam à decisão devem começar em meados do terceiro trimestre de cada ano para as decisões do ano seguinte, com análise detalhada dos seguintes fatores:

  • Impactos reais da carga tributária nos últimos anos,
  • As possibilidades existentes de acordo com normas legislativas,
  • Variáveis do quadro de funcionários, os custos de folha de pagamento e encargos sociais,
  • Criação de novos produtos e serviços

Enfim, analisar todos estes fatores visando aumento de lucratividade, controle de custos, melhoria continua é o que pode levar a viradas de chaves fantásticas nos negócios.

QUANTO CUSTA

O tempo que se usa para trabalhar a empresa é considerado INVESTIMENTO. Neste período pode-se identificar a maioria das falhas que estão roubando a lucratividade através de custos ocultos ou não avaliados com antecedência. Investir tempos periódicos para se fazer este exercício, além de considerar o que será necessário mudar para se alcançar novos resultados é mesmo que gastar com PROPOSITO e não apenas pelos incêndios que se apresentam no dia a dia.

ONDE DEVE ACONTECER

Estes trabalhos podem acontecer na sede da empresa estudada se os participantes entendem que precisam analisar a produção juntos ou verificarem como os processos estão sendo conduzidos, visando melhoria contínua. Também podem ocorrer na empresa de contabilidade quando os principais fatores a serem analisados serão os números do negócio.

Nem sempre o regime considerado mais barato apresentado pelo Fisco é o mais interessante para a empresa. É preciso analisar as regras do jogo e o perfil do negócio para se tomar decisão mais assertiva. E você, já fez este planejamento?

 

Simoni Luduvice empresaria Contábil e Coach. Estrategista e pesquisadora de temas que agreguem ao crescimento de pequenas empresas e seus players.

Gostou desse post?
deixe seu link

Nenhum comentário

Postar um comentário

Recomendado só para você
QUAL O SEU PAPEL NO NEGOCIO? Costumo dizer que empresa…
Cresta Posts Box by CP
Open chat