MEI – DOCUMENTOS E OBRIGAÇÕES

Shutterstock 1553150057 770x478 1 - Filadélfia Contabilidade

01 fev MEI – DOCUMENTOS E OBRIGAÇÕES

Como o MEI pode aproveitar as vantagens da inscrição?

 

O Microempreendedor Individual está dispensado de várias obrigações fiscais e outras burocracias que cabem às demais empresas.

Costumo dizer que para quem é empreendedor de primeira viagem, trata-se de uma ótima oportunidade para treinar e fazer tudo corretamente.

Istockphoto 1141493515 170667a - Filadélfia Contabilidade

Em relação aos documentos, por exemplo, o MEI precisa ter sempre atualizados os seguintes documentos:

  • CCMEI – Certificado de Condição de Microempreendedor Individual – este documento substitui contrato social e fichas de Empresário que cabem às empresas individuais ou unipessoais. Normalmente solicitado por contratantes, bancos e demais financeiras. Pode ser apresentado de forma impressa ou arquivo digital.
  • CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – representado pela principal inscrição do MEI que é na Receita Federal. Pode ser consultado a qualquer momento no Portal da Receita, pode ser impresso, mas ultimamente nem há mais esta necessidade. O que mostra estar tudo em ordem com a inscrição é a condição de ATIVO.
  • CCM – Cadastro de Contribuintes Mobiliários – representa a inscrição Municipal que permite a emissão de notas para os prestadores de serviços. Pode ser consultado a qualquer momento pela internet e dispensa a necessidade de documento impresso.

Os documentos citados acima são de ordem cadastral, ou seja, como se fossem os documentos pessoais da Pessoa Jurídica. Além deles, o MEI deve observar as seguintes obrigações:

Quais Sao As Obrigaçoes Acessorias Do Simples Nacional 1 - Filadélfia Contabilidade

  • DAS – Documento de Arrecadação do Simples – este é o nome da contribuição mensal que o MEI paga para garantir os benefícios previdenciários a ele garantidos, além de ser também, o recolhimento dos impostos. Trata-se de um valor fixo, independente do faturamento. Pode ser pago com débito automático em conta. Não precisa ser impresso, desde que a pessoa não tenha dificuldade com pagamentos digitais. Os pagamentos devem ser mantidos em dia para que todos os benefícios fiquem ativos.
  • SIMEI – Sistema de Arrecadação das contribuições do MEI. É como se fosse a declaração de Ajuste Anual da Pessoa Jurídica. É apresentada uma vez por ano, normalmente no inicio de cada ano e demonstra o faturamento do ano anterior, e outras informações simplificadas dependendo da atividade. Se o MEI não apresentar a SIMEI, fica sujeito a pagamento de multa por atraso, além de poder ter o CNPJ bloqueado.
  • IRPF – Imposto de Renda Pessoa Física, esta é a ultima obrigação que o MEI deve cumprir anualmente para se manter em ordem com o Fisco. Com a SIMEI, demonstra suas operações como Pessoa Jurídica, com a IRPF, demonstra suas operações como Pessoa Física e assim, está terminada a jornada de obrigações fiscais de cada ano.

O MEI pode ter outros benefícios, além de poder registrar um colaborador e aproveitar melhor os rendimentos isentos. Para isso, deve manter escrituração contábil regular para demonstrações de resultados e assim, se beneficiar.

Successful Freelancer Working On Computer While Staying At Home - Filadélfia Contabilidade

Como eu disse no inicio, MEI é uma excelente porta de entrada para empreendedores que iniciam a jornada ou para atividades menos complexas que podem operar de forma mais simplificada.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Recomendado só para você
Quer saber onde investir em 2021? Então preste atenção às…
Cresta Posts Box by CP