FAZ BEM PRA SAÚDE DAS EMPRESAS

11 ago FAZ BEM PRA SAÚDE DAS EMPRESAS

Quando uma pessoa tem sintomas de dores ou sensações físicas ruins, qual a providencia para resolver o problema?

Primeiro, a pessoa identifica onde são as dores e quais são os sintomas que a estão incomodando. Depois disso, procura um especialista da área que avaliará sua situação, pedirá exames clínicos e laboratoriais e então, saberá exatamente o que a pessoa tem através dos resultados.

Feito isso, o médico poderá indicar o tratamento adequado, com medicações próprias, atividades complementares e tratamentos que poderão ser intensivos ou leves dependendo da gravidade do assunto.

Na maioria das vezes, as pessoas se recuperam e voltam a ter a saúde fortalecida.

Aí eu pergunto: e quando uma pessoa jurídica tem problemas que impedem seu desenvolvimento, lucratividade ou garantia de qualidade de produtos, que providencia deve tomar?

Deve procurar um especialista da área que estiver doente para que ele analise a situação através de exames e possa indicar os remédios certos para que o problema se resolva e as atividades da empresa possam fluir no dia a dia levando a melhores resultados e correção de problemas.

É assim que se resolvem problemas de saúde em pessoas jurídicas. Sem muito mistério, sem muitas voltas. A parte mais importante é identificar em quais áreas estão de fato acontecendo inconsistências para que o tema seja resolvido através de ações que, aqui, chamo de remédios.

A exemplo das pessoas físicas que se não derem atenção para sintomas que estejam sinalizando doenças no organismo, podem ter que passar por tratamentos mais intensivos e que muitas vezes não alcançarão bons resultados, assim são as pessoas jurídicas que deixam de observar os sinais de que algo está errado ou simplesmente não sabem nem identificar sinais porque não fazem acompanhamento periódico de sua saúde financeira, operacional, etc.

Quando estas pessoas jurídicas procuram médicos, pode ser tarde, pode não ter mais solução e ai, o que se vê é aumentar o número de mortes de empresas como se tem visto em tempos de covid19.

Em 5 meses foram mais de 500 mil empresas que faliram, deixaram de existir, diminuíram produção e mandaram centenas de milhares de pessoas embora.

E neste contexto, não estamos falando apenas de pequenas empresas. Nesta lista tem negócios com dezenas de anos e experiência, como Nick e negócios inovadores como AirBnB.

Não é o tempo de vida que garante a existência e sim como estas pessoas jurídicas estão cuidando de suas saúdes.

Tomara que pelo menos esta lição seja aprendida por gestores e empresários para que possamos livrar dos cemitérios da vida, negócios que poderiam causar impactos positivos para muitas pessoas com bons produtos e serviços.

Faz bem pra saúde das empresas, fazer exames regulares de seus processos e finanças. Os médicos mais próximos são os profissionais de contabilidade que, pela natureza do trabalho, podem oferecer exames ricos de informações para que as empresas se mantenham saudáveis.

Estes exames vêm através das fontes contábeis e especializações dos profissionais que garantem dados complementares capazes de dar respostas certeiras para quem deseja cuidar corretamente da saúde de seus negócios.

#fazbemprasaudedaempresa

#exames

#covid19

#pequenasempresas

#empreendedorismo

#gestão

#inovação

 

 

 

 

 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Recomendado só para você
Franquia: Vale a pena abrir um negócio na pandemia? A…
Cresta Posts Box by CP
Open chat