EMPRESÁRIOS BEM SUCEDIDOS CORRIGEM A ROTA DOS NEGÓCIOS

19 jun EMPRESÁRIOS BEM SUCEDIDOS CORRIGEM A ROTA DOS NEGÓCIOS

EMPRESÁRIOS BEM SUCEDIDOS CORRIGEM A ROTA DOS NEGÓCIOS

Quando micros e pequenos empresários começam um novo negócio, tudo que querem é ver os resultados do seu empreendimento. Há investimento de tempo, energia, dinheiro. O foco é o produto que está se criando ou o novo serviço que se pretende oferecer. É muito fácil manter o foco em todas as atividades desempenhadas porque na maioria dos casos, este novo empreendimento representa a realização de um sonho ou uma nova forma de viver a muito esperada pelos empreendedores. E lá está o negócio! Criado, pronto para alavancar. E começa a jornada de vendas.

O tempo vai passando e os desafios vão sendo enfrentados dia a dia. São sistemas que não são tão simples de serem utilizados, são obrigações fiscais e contábeis de difícil entendimento, são padrões e regras trabalhistas que obrigatoriamente precisam ser atendidas, mas não combinam com a dinâmica do negócio. E ai os desafios parecem muito maiores porque fogem da beleza dos sonhos iniciais ou não são tão atrativos de praticar quanto a geração de produtos que podem resolver muitos problemas de muitas pessoas.

E cá estamos diante da GESTÃO DA EMPRESA. E nela se encontram as demandas diárias que garantem o desenvolvimento e a evolução dos negócios. Embora sejam tarefas rotineiras e que parecem “perda de tempo”, quando levadas a sério, são capazes de mostrar pequenos furos que podem minar os resultados tão esperados.

Costumo dizer que a empresa é uma PESSOA, que têm direitos e obrigações com sócios e a sociedade, como cada um de nós tem diariamente. Todos têm diariamente tarefas como banho, escovar dentes, trocar de roupas, alimenta-se e etc. Tudo isso fazemos quase que no automático porque “já fazem parte da nossa rotina”.

Assim como esses exemplos diários dos cuidados pessoais como pessoa física, a empresa exige controles financeiros disciplinados, documentação adequada com fornecedores de serviços e produtos, controlar estoques, quando for o caso, ter um CRM, ou ferramenta equivalente que mostre o perfil dos clientes como quem são, onde estão como e quando compram o que compram, porque preferem seus produtos, se indicam ou não a empresa para outras pessoas, enfim, todos dados importantes que podem ser utilizados para desenvolver novas soluções para melhorar o atendimento da demanda.

Incluir estas tarefas no cotidiano e permitir que faça parte da rotina ajudam a corrigir o que está impedindo o desenvolvimento do negocio. Empresários bem sucedidos corrigem a rota dos negócios. Este é um dos comportamentos principais de grandes empresas que querem se manter entre as melhores do mercado.

Muitos empresários de empresas pequenas dispensam mais tempo olhando a “grama do vizinho” do que cuidando do seu próprio jardim. Se mudar o foco para o próprio negocio e buscar soluções capazes de atender suas demandas de acordo com seu porte, tudo pode fluir melhor.

Eleja indicadores que serão os melhores parceiros para indicar o rumo dos negócios. Não escolha apenas pelo que a grande maioria faz, mas entenda de verdade qual será a importância daquele numero em seus negócios. É claro que alguns indicadores que são aplicados à área financeira, por exemplo, são imprescindíveis para controlar os resultados financeiros e econômicos, mas há a necessidade de entender de verdade o que aquele indicador quer dizer. Depois disso, ter alguém para quem prestar contas. De preferência alguém com experiência suficiente para opinar, com alguma expertise, sobre os resultados alcançados ou perdidos.

Profissionais da Contabilidade são grandes parceiros de micros e pequenos empresários. Além de entendimento de regras fiscais e contábeis, podem ajudar no controle de custos, apontamentos de atividades que geram mais valor ao negocio ou que minam os recursos.

Além disso, é comum entre micros e pequenos empresários, que aconteçam mistura entre vida pessoal e vida empresarial, o que compromete muito as demonstrações d resultados, além de infringir regras legais que podem levar a prejuízos fiscais. Profissionais da contabilidade podem contribuir em muito com a multiplicação de riquezas, além de poder contribuir ricamente com troca de ideias sobre gestão de pessoas, financeira, controle de custos, etc.

Pense sobre isso e comece a cuidar do seu jardim de forma mais produtiva. Depois de um tempo, certamente terá prazer de perceber que a grama do seu jardim é saudável e pode ser tão ou mais bonita que a grama do vizinho. Que tal começar esta experiência agora mesmo, consultando o responsável pela gestão contábil de sua empresa para juntos, traçarem um plano de ação?

Simoni Luduvice é empresaria Contábil e Coach. Estrategista e pesquisadora de temas que agreguem ao crescimento de pequenas empresas e seus players.

Gostou desse post?
deixe seu link

Nenhum comentário

Postar um comentário

Recomendado só para você
COMO MICROS E PEQUENAS EMPRESAS PODEM FAZER FAXINA FINANCEIRA PARA…
Cresta Posts Box by CP
Open chat