COMO A PARCERIA DE EMPRESAS CONTÁBEIS PODE CONTRIBUIR COM O DESENVOLVIMENTO DE MUITOS NEGÓCIOS

17 jul COMO A PARCERIA DE EMPRESAS CONTÁBEIS PODE CONTRIBUIR COM O DESENVOLVIMENTO DE MUITOS NEGÓCIOS

COMO A PARCERIA DE EMPRESAS CONTÁBEIS PODE CONTRIBUIR COM O DESENVOLVIMENTO DE MUITOS NEGÓCIOS

Contabilidade não é assunto dos mais simpáticos para a maioria de micros e pequenos empresários. A falta de conhecimento empresarial aliada à burocracia do fisco brasileiro é parte da construção de crenças limitantes sobre a atuação dos profissionais de contabilidade e como podem contribuir com o desenvolvimento de muitos negócios.

Estudos do SEBRAE apontam que as empresas de contabilidade são as primeiras a serem procuradas quando um empreendedor resolve implementar seus negócios. Ou seja, são portas de entrada para o empreendedorismo nacional, como diria o grande ALTAIR ALVES, um dos empreendedores contábeis mais respeitados do País.

O Brasil é o único país do mundo que tem a escrituração contábil obrigatória em Legislação. No entanto, cria mecanismos burocráticos, repetitivos e de difícil entendimento capazes de confundir empreendedores e por isso precisam de tradutores – os profissionais da contabilidade.

 

 

 

As empresas de contabilidade são responsáveis pelos registros contábeis que contemplam todas as operações das empresas a fim de apurar resultados e medir a saúde econômica e financeira de todos os negócios. A partir desses registros criados no dia a dia de cada organização, extraem-se dados, indicadores e tantas informações capazes de contribuir muito para que os gestores tomem decisões mais assertivas.

Uma parceria afinada de empresários com a gestão contábil pode indicar:

  • Indicadores de custos – e com esta informação, pode-se buscar outras formas de gerir as operações internas na busca da diminuição de custos e consequentemente, melhorarem os resultados positivos
  • Indicadores de resultados – capazes de mostrar onde estão sendo gastos os recursos e como podemos buscar alternativas para correção
  • Investimentos – empresas com boa saúde financeira podem analisar os impactos dos investimentos financeiros de acordo com balanços periódicos e assim, multiplicar os ganhos.
  • Custos e investimentos em pessoas – esse indicador pode contribuir para reforçar o quadro de pessoas a fim alcançar melhores resultados para todos. Estudos mostram o custo de mão de obra e encargos e também mostram como o investimento em treinamentos, por exemplo, pode melhorar todas as operações.

Estes são apenas alguns, dos muitos benefícios que todos podem ter à medida que praticam as orientações que recebem e acompanham os resultados periodicamente.

Esta parceria contribui em muito para um crescimento sustentável e gerador de valor constante para ambas as partes.

Assim, o foco é a empresa e sua atuação e não o Fisco e as suas possíveis punições. Quando esta chave muda, tudo muda. As atenções são voltadas para as atividades empresariais e todas as possibilidades que a rodeiam. O tratamento com o Fisco torna-se preventivo e não de riscos. As possibilidades de ganhos aumentam muito.

Os novos tempos pedem presença de todos os responsáveis pelas operações empresariais a fim de atender o consumidor final como ele vem exigindo e simplificar os processos de atendimento ao Fisco, para ter a atenção no que de fato importa sem riscos para todos.

 Simoni Luduvice empresaria Contábil e Coach. Estrategista e pesquisadora de temas que agreguem ao crescimento de pequenas empresas e seus players.

 

Gostou desse post?
deixe seu link

 

 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Recomendado só para você
Impactos provocados pela cultura da micro e pequena empresa O…
Cresta Posts Box by CP
Open chat