maio 2019

COMPORTAMENTO PESSOAL DE MICROEMPRESÁRIOS NO BRASIL IMPACTAM O DESENVOLVIMENTO DAS EMPRESAS

COMPORTAMENTO PESSOAL DE MICROEMPRESÁRIOS NO BRASIL IMPACTAM O DESENVOLVIMENTO DAS EMPRESAS

No Brasil, o movimento empreendedor é crescente. Segundos estudos da GEM (Global Entrepreneuship Monitor), 1 em cada 3 brasileiros em idade entre 18 e 64 anos, economicamente ativos, estão envolvidos com projetos de empreendedorismo sozinhos ou em comunidades. Estudos do SEBRAE apontam que que 42% das empresas abertas não chegam ao terceiro ano de vida, ou seja, são encerradas. E os motivos podem ser os mais diversos, mas a grande maioria está associado ao COMPORTAMENTO do empreendedor. Veja abaixo comportamentos que podem colaborar com a falta de desenvolvimento ou falência dos negócios:
  • Perfil profissional
  • Empreendedores – tem movimento de expansão
  • Administradores – são controladores, cuidam da manutenção
  • Técnicos – cuidam da qualidade dos produtos ou serviços ofertados
  • Perfil comportamental
  • Como cuidam das finanças pessoais?
  • Como gerem o tempo?
  • Quais são as crenças que limitam ou expandem suas capacidades?
  Os fatores listados acima fazem parte de um conjunto de comportamentos que podem contribuir tão para expansão quanto para falência dos negócios. Além de não serem os únicos, são absolutamente necessários para qualquer negocio.
MICRO E PEQUENAS EMPRESAS
PARA ONDE CAMINHAM AS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS? Uma pesquisa feita no mês de abril de 2019 entre 115 empresas, revelou pontos de inquietação importantes de micros e pequenos empresários em relação aos cenários de seus mercados específicos e de suas operações internas. [caption id="attachment_2227" align="aligncenter" width="600"] Filadélfia Contabilidade[/caption] Seguem algumas análises da pesquisa que podem ajudar para reflexão de outros empresários: SOBRE PESSOAS E PROCESSOS As mudanças de mercado e as propostas pela Legislação brasileira apontam novos desafios para todos em relação a pessoas e processos. 50% dos entrevistados dizem estar preparados para estes desafios, no entanto, 16,67% reconhecem a necessidade de treinamentos para os colaboradores para melhorar os resultados e 33% não tem clareza do que fazer exatamente para melhorar o clima interno e contribuir para o desempenho dos colaboradores. SOBRE AS MUDANÇAS TRAZIDAS PELO E-SOCIAL O e-Social chegou com bastante barulho para as micros e pequenas empresas no início deste ano. Houve certo interesse dos empresários para o tema, mas atendendo a um apelo comportamental, foi feito apenas o que precisava ser feito naquele momento e nada mais se fez. 58% dos entrevistados dizem já ter corrigido algumas coisas, mas vão agir com cautela e 16,67% vão esperar o Governo fazer ais cobranças para agir. Em um universo de mais de 6,4 milhões e micros e pequenas empresas no País inteiro, se 1,6 milhões resolverem deixar as adequações para fazer na última hora, podemos ter um grande número de problemas técnicos seguidos de possíveis necessidades de retificações de dados. SOBRE OS DESAFIOS NO AMBIENTE INTERNO
Open chat