Que tal começar a pensar em ano novo agora?

23 nov Que tal começar a pensar em ano novo agora?

PLANEJAMENTO_ESTRATGICO_2

 

Mais um ano terminando e começam os preparativos de festas para o final do ano. Parece que tudo se repete exatamente como todos os anos, com a diferença que a inflação está mais alta, serão comprados menos presentes e já há a perspectivas para são de que o ano novo começa com dificuldades.

Albert Stein sabiamente disse que ninguém poderá ter resultados diferentes de atitudes iguais. Esta mensagem parece óbvia, mas não é tão praticada quanto deveria. Então que tal começarmos o novo ano agora, com atitudes diferentes?

O convite é para sair da zona de conforto e começar a pensar agora nos objetivos que queremos alcançar em 2016, cuidando das bases para que os resultados sejam de fato melhores do que já alcançamos até aqui. Vamos pensar em algumas pontos importantes:

METAS – ter objetivos claros de onde se está e onde se quer chegar é primordial para nortear as ações da empresa. É importante que as metas sejam discutidas através de análises de resultados e verificação do mercado. Com estas informações bem claras, pode-se estabelecer metas e elas devem ser de conhecimento de toda a empresa. Toda a equipe deve conhecer os pontos A e B onde se está e para onde se caminhará.

FINANÇAS – analisar cuidadosamente os custos e a evolução patrimonial. Ver os resultados mensais alcançados e qual o resultado final do ano. Compreender quais fatores contribuíram para baixas e quais foram responsáveis por bons rendimentos. Tudo isso é importante para que se mantenha em ordem a saúde da empresa.

PROCESSOS – revisar como estão sendo feitas as coisas e implantar novos procedimentos para melhorar o andamento dos trabalhos, faz parte da estratégia de melhorar a empresa dia a dia. Através deste trabalho, a cultura da empresa é valorizada e ganha-se força mesmo com dificuldades externas.

INVESTIMENTOS – entender a diferença de despesas e investimentos é importante para resolver entre o que continua e o que será cortado para o novo ano. Ter ferramentas que agilizem os trabalhos minimizando tempo operacional gasto, pode ser um investimento importante para ter mais vantagens competitivas a curto prazo. Treinamentos e inovação também são excelentes investimentos para fortalecer a empresa.

O ideal é começar a pensar o ano de 2016 agora. Sair da zona de conforto pode trazer benefícios incríveis para a empresa e, consequentemente todos os envolvidos. Vale a pena pensar como grandes empresas e investir energia em comportamentos e atitudes que sejam justos.

É muito comum ouvir-se reclamações do tipo: “eu pago todos os salários em dia, mas o meu, só Deus sabe”; “férias? Isso é pra quem pode”; “eu não posso deixar a empresa se não ela para” e por ai vai.

É possível mudar estes estados através da mudança de atitude. Analisando os pontos propostos e outros que envolvam as atividades e os impactos que elas trazem para sócios, parceiros e colaboradores.

Vamos a 2016 com uma visão diferente. Nada de deixar “a vida levar”, mas assumir o comando dos caminhos pelos quais queremos seguir e faze3r acontecer.

Com esta postura, desconectamos das mesmices e assumimos compromissos com novas experiências e novos e melhores resultados.

 

 

Nenhum comentário

Postar um comentário