Fluxo de Caixa na Construção Civil: 8 motivos porque é tão importante um gerenciamento eficiente!

Fluxo de Caixa

06 dez Fluxo de Caixa na Construção Civil: 8 motivos porque é tão importante um gerenciamento eficiente!

Onde está o dinheiro? Esta questão é muito comum na indústria da construção, e até mesmo empresas de construção rentáveis podem ter problemas de fluxo de caixa. Durante anos, a falta de controle sobre o fluxo de caixa das construtoras tem sido um importante fator que contribui para a elevada taxa de insolvências na indústria. Portanto, este é um assunto que deve ser levado a sério por todos os construtores.

Simplificando, empreiteiros saem do negócio porque ficam sem dinheiro, não porque não são especializados no trabalho.

Empreiteiros que estão prestes a iniciar um projeto significativo ou uma quantidade significativa de novos trabalhos estão especialmente em risco. Qual será o impacto do fluxo de caixa deste (s) novo(s) trabalho(s)? Quais serão os investimentos necessários a serem feitos pela empresa, antes que o projeto(s) produza(m) um fluxo de caixa positivo?

Mas afinal, o que é o fluxo de caixa?

O fluxo de caixa nada mais é do que todas as entradas e saídas de caixa de uma empresa, representando as atividades operacionais de uma organização .

Em contabilidade, o fluxo de caixa é a diferença na quantidade de dinheiro disponível no início de um período (saldo inicial) e o valor no final desse período (saldo de fechamento). Ele é chamado de positivo se o saldo final é maior do que o saldo de abertura , e se assim não for, é chamado de negativo.

O fluxo de caixa se trata de uma estratégia da contabilidade empresarial que permite o controle de toda as movimentações financeiras de uma empresa, seja ela de curto ou longo prazo.

Nesse caso é preciso relacionar todas as movimentações, ou seja, entradas, bem como as saídas – que retratam os pagamentos da empresa, de forma a calcular o saldo restante, encontrando assim a diferença entre a entrada e saída.

O princípio dessa ferramenta de gestão, permite que o construtor tenha uma melhor base para gerir o negócio, tendo como informações relevantes sobre as despesas e lucratividades da construtora.

E como utilizar o fluxo de caixa como estratégia de sua construtora?

1 – Projete o fluxo de caixa futuro

Este tipo de estratégia é um pouco mais complicada na construção do que é na maioria das indústrias, devido ao grau variável de projetos e pedidos de alteração em projetos atuais. Dito isto, é importante para uma empresa de construção civil, utilizar um software de gestão de fluxo de caixa, pois assim o gerente de projetos terá a oportunidade de ter uma idéia geral sobre suas receitas e despesas para uma projeção futura.

O planejamento adequado com a antecipação desses eventos vai ajudar a evitar problemas de folha de pagamento e de pagamento de fornecedores, por exemplo..

2 – Divida e gerencie seus custos

A menos que você receba um grande desconto numa eventual compra de materiais e suprimentos para sua obra, você deve se utilizar de financiamentos para as compras necessárias à conclusão do projeto. Esta pode ser uma excelente estratégia para que você ganhe tempo para os pagamentos e deixe mais dinheiro no caixa do negócio para as operações do dia a dia.

3 – Pesquise os melhores preços e fornecedores

Se você parar para analisar, cada fornecedor ou loja de materiais para construção quer fornecer material para sua obra. Se você deixá-los saber que você está comprando sempre de quem oferecer a melhor oferta, estes fornecedores estarão suscetíveis para lhe oferecer sempre o melhor negócio possível, especialmente se você não estiver blefando e disposto a ir embora caso não melhore a oferta.

Ao reduzir os custos, você está economizando dinheiro e mantendo seu fluxo de caixa em dia..

4 – Faça o controle de sua folha de pagamentos corretamente

Na construção civil, não se deve considerar apenas os salários que serão pagos mensalmente para cada funcionário. Os custos são mais abrangentes, e é por isso que se deve tomar muito cuidado no planejamento financeiro da obra com a folha de pagamento.

A lei trabalhista no Brasil exige uma série de procedimentos que devem ser adotados para recolhimento dos impostos sobre a folha de pagamentos de um funcionário da construção civil, além dos direitos trabalhistas previstos em Lei, tais como:

  • previdência social,
  • FGTS do funcionário,
  • contribuições sindicais e entidades (Sesi/Senai/Sebrae), e assim por diante.
  • férias,
  • abono pecuniário,
  • 13o salário, etc.

Outro detalhe a se considerar é que, as obras normalmente tem um período específico para sua conclusão, logo, ao final de cada obra ocorre a demissão dos trabalhadores. Sendo assim, você deve considerar os cálculos rescisórios indenizatórios sobre cada demissão.

Portanto, ao realizar o planejamento financeiro de cada obra, leve em consideração, além do salário base dos operários, também os encargos trabalhistas e sociais. Tenha sempre reservas maiores do que o cálculo da folha de pagamento. Nunca trabalhe com um orçamento muito enxuto, pois isto pode ser um risco ao bom andamento de sua empreitada.

5 – Tenha uma metodologia ágil de gerenciamento de projetos

É muito comum na construção civil os pedidos de alteração durante a execução de uma obra. E isso, pode exigir mudanças na condução do projeto, pois, o projeto pode levar muito mais tempo para sua conclusão e pode também exigir  muito mais dinheiro e/ou recursos do que se pensava inicialmente. As condições meteorológicas por exemplo, podem representar um papel significativo no cronograma de uma obra, dependendo da fase em que a mesma estiver.

Por isso, o gerente do projeto deve processar um pedido de alteração imediatamente, ao invés de esperar até que o projeto esteja completo. Esse dinheiro deve ser recebido rapidamente, o que terá um impacto positivo sobre o fluxo de caixa.

6 – Automatize seu sistema de cobrança

Todas as sua cobranças devem ser automatizadas e enviadas o mais rapidamente possível. Se você quiser maximizar o potencial de fluxo de caixa, envie suas faturas todas de uma vez. Logo, combine antecipadamente os prazos de pagamento com o dono da obra. Isso lhe trará uma visão clara dos seus recebíveis e uma melhor compreensão de todas as suas despesas e receitas.

7 – Diversifique seus meios de recebimentos

Quando você aceita vários métodos de pagamentos, você flexibiliza e muito as suas negociações e aumenta as probabilidades de novos negócios.

Ao aceitar pagamentos eletrônicos, por exemplo, além da garantia do recebimento em dia, o dinheiro será recebido mais rapidamente, aumentando o seu fluxo de caixa e permitindo mais capital a ser utilizado para as operações do dia-a-dia, tais como, contas a pagar e investimentos necessários para o crescimento do negócio.

8 – Treine seu gerente de projetos sobre gestão de fluxo de caixa.

Na construção civil, 85% do dinheiro vem do trabalho do projeto em andamento, o que significa que o desempenho do fluxo de caixa depende do gerente de projetos e de uma excelente gestão do fluxo de caixa.

Por isso, além do treinamento, você pode oferecer um incentivo com base no desempenho do fluxo de caixa. Isto é uma forma muito eficiente de incentivar um maior controle e atenção com as finanças do empreendimento.

Conclusão

Realmente, as nuances operacionais de uma empresa da construção civil são muito diferentes da maioria  das empresas, porque cada projeto é único. Portanto, melhorar o fluxo de caixa requer algumas estratégias diferentes. Muita coisa vai depender da capacidade do gerente de projetos para gerenciar o fluxo de caixa.

Sendo assim, muitas empresas do segmento tem contratado empresas de contabilidade especializadas em contabilidade para construção civil, pois esta empresas entendem exatamente tudo sobre o controle do fluxo de caixa de uma obra. Além de saber muito bem como treinar o gerente de projetos para a melhoria da situação financeira da empresa.

Além de ter o direito de ter um gerenciamento de projetos eficiente , uma empresa de construção civil deve fazer tudo ao seu alcance para aumentar a velocidade dos recebíveis, o que irá melhorar o fluxo de caixa.

Pense nisso e muito boa sorte!

Importante: Não deixe de acompanhar as Notícias da Filó, pois a Filó tem preparado conteúdos muito interessante para você que atua no ramo da construção civil. Toda semana a Filó trará assuntos muito pertinentes sobre:  desoneração da folha de pagamento, ganho de capital, retenções tributárias, ICMS, DISO, Gestão Financeira e Contábil, Gestão de Projetos e muito mais. Você não pode perder!

Cadastre-se hoje mesmo em nossa Newsletter e receba no seu e-mail as Notícias da Filó para o segmento da Construção Civil. Está realmente imperdível!

Se você está curtindo as Notícias da Filó, compartilhe-as no Facebook. Seus amigos vão adorar conhecer a Filó.

Ah, é claro… Se tiver dúvidas sobre este e outros assuntos, Pergunte a Filó logo aqui abaixo,  pois a Filó ama interagir com vocês!

Até a próxima!

 

Nenhum comentário

Postar um comentário